Saber Fazer

Diário | Journal

Dobadoiras e Sarilhos

Há dobadoiras e há sarilhos.
Um sarilho roda num plano vertical e é utilizado para transformar a lã que vem do fuso em meadas.
Uma dobadoira roda num plano horizontal e enrola a lã das meadas em novelos.
Depois, há dobadoiras que são sarilhos, e vice-versa. Em casa da D.Ilídia existe uma destas peças versáteis, que foi feita pelo filho dela há muitos anos, copiando outras que já tinha visto.
O eixo vertical possui dois pinos onde a cruz encaixa, consoante a função de dobadoira ou sarilho. Para aumentar a extensão dos braços da dobadoira, aproximando-a das proporções mais tradicionais, em cada ponta da cruz, a D.Ilídia espeta-lhe um fuso que vão servir de braços para suportar a meada.

 

There are skeiner and there are swifts.
Skeiners turn in a vertical plane and transform de the wool on the spindles into skeins.
Swifts turn in a horizontal plane and transform the skeins into ball or spool.
Then there are skeiners that double as swifts. Ilídia has one of those with double function, that her son made for her copying a few he had seen around.
The vertical pole has two bolts where the cross fits, either for the skeiner or the swift function. To make the arms of the swift higher and closer to the traditional ones, Ilídia uses four spindles stuck on each end of the cross.