Saber Fazer

Diário | Journal

Machado Handmade

IMG_0951.jpg

A oficina de um artesão é sempre um lugar mágico. Claro que tudo se transforma exponencialmente quando o artesão em causa, além de possuir técnica, criatividade e carinho no trabalho que executa, é generoso ao ponto de abrir a sua oficina e passar algumas horas a falar dos pormenores que fazem com que o seu trabalho seja tão especial.

Não foi preciso muito tempo para entender que partilhamos opiniões em diversos assuntos relacionados com o nosso trabalho que, apesar de se desenvolver em áreas técnicas diferentes, funciona na mesma base da produção reduzida e cuidada.

Durante a visita, o Zé conseguiu mostrar-me como cria um molde de raiz, usando a fita-cola e os moldes de plástico e madeira, e também as várias fases da execução do próprio sapato, em que vai moldando a pele e estruturando todas as partes na ordem correcta para atingir um excelente nível de execução. Estes sapatos não são apenas sapatos. São peças complexas que nascem de todas as pequenas decisões que ele toma enquanto as cria. Há solas que podem ser cosidas usando um pêlo de javali como agulha. Há acabamentos que exigem que os pontos sejam cosidos lentamente, um a um, sobre os pontos anteriores para que seja visível apenas uma única costura. Há técnicas que criou apenas para conseguir rematar aquelas pontilhas que são tão presentes em todo o seu trabalho. Há muito tempo perdido à procura dos materiais certos - as Caliga têm a sola revestida com umas brochas de produção antiga - e ainda mais tempo despendido nas experiências que levaram àquela peça perfeita.

O couro exerce em mim um fascínio, enquanto matéria-prima, que talvez esteja relacionado com o sacrifício animal que lhe deu origem. Acredito que é um material que deve ser tratado com respeito que se manifesta através da habilidade de quem o trabalha. Quando encontro peças em pele que demonstram esse cuidado em todas as fases em que foram trabalhadas, são invariavelmente excepcionais peças de estilo, absolutamente intemporais.

The artisan’s workshop is always a magical place. Of course, it’s even better when the artisan is not only excellent at his work, as he’s very generous in spending some time talking about all the little details that make his work so special.

During my visit, Zé managed to show me how he goes about making his patterns using tape and the old shoe forms, and also talked about all the execution process he goes through to achieve an excellent craftsmanship in his pieces. These shoes are not just shoes. They are complex items that are born from each and every decision he makes throughout the process. There are soles that are sewn using a boar’s thin hair as a needle. There are details that demand that the stitches be made one by one exactly over another line of stitches. There are special techniques he created to finish the pointy toes that are so characteristic of his work. There’s also a lot of spent time looking for the right materials - the Caliga model has a sole covered with old traditional nails - and even more time spent on the experiments that lead to that perfect piece.

Machado Handmade 
Vila do Conde - Portugal
+351 962 334 701
zemachadomail@gmail.com 
www.ecosdooficio.blogspot.com