Diário | Journal

Aprender a fiar o linho

tumblr_ltksniVTrd1qmvsmco2_500.jpg

Com a D.Maria a ensinar-me, fiei linho pela primeira vez. 
Ela assedou-me um manelo e depois de me explicar como o colocar correctamente na roca, fiar o linho não foi nada complicado. Só é preciso manter o fio constantemente húmido, seja passando-o pela boca, ou mantendo uma tigela de água ao lado onde ir molhando os dedos enquanto se fia.
De resto, pareceu-me até mais fácil que fiar a lã. Sendo o linho constituído por fibras paralelas, torna-se mais fácil manter a espessura constante e o fio bem fino, sem o quebrar.
Só não tenho fotografias da primeira experiência porque ainda não desenvolvi a arte de fiar e fotografar ao mesmo tempo.

 

With D.Maria orientating me, I spinned linen for the first time.
She combed the fibers for me, and after teaching me how to put it on the distaff correctly, it wasn’t too difficult to spin. One important thing is to keep the thread constantly wet, while it is being spinned, either with a little salive or by keeping a bowl of water to wet the fingers.
It actually felt easier to spin linen than wool. Being made of parallel fibers, it’s easier to keep the thickness constant and a thin thread without breaking it.

I don’t have any pictures of me doing it, though, because I haven’t developed the fine arte of photographing and spinning at the same time yet.