Posts in etc
Giveaway Ferramentas de Carpintaria e Marcenaria
IMG_2583.jpg
livro-ferramentas-1.jpeg
poster-ferramentas-1.jpeg
livro-ferramentas-2.jpeg
poster-ferramentas.jpeg

**ACTUALIZAÇÃO**
Aqui estão os vencedores. Se o vosso nome tem um asterisco à frente, é porque não introduziram o vosso email quando deixaram o comentário. Para receberem o livro ou poster, têm de me enviar um email com o vosso contacto.

Posters:

#1 - Filipa Pinto da Silva
#2 - Mafalda Soares
#3 - Pedro Faria*
#4 - Cláudio Rodrigues

Livros:
#1 - ana fernandes*
#2 - olga dias
#3 - patrícia fernando *
#4 - brigida machado
#5 - maria figo*
#6 - frederico fernandes*
#7 - rita balixa
#8 - daniela (reutilizar1)
#9 - maria pereira
#10 - gil raro
#11 - maria silva
#12 - marta da silva




Sim, é verdade, estou a dar coisas! Mais especificamente, 12 exemplares do livro Ferramentas de Marcenaria e Carpintaria e 4 posters do mesmo tema, que já são um clássico por aqui e um must-have para quem tem interesse pelo tema.

Como já sabem, a edição deste livro é sempre feita em pequenas quantidades. A principal razão é porque me permite ir fazendo alterações no livro, mantendo-o actualizado e evitando possíveis desperdícios, enquanto utilizo papéis e técnicas de encadernação bem mais interessantes do que se o produzisse em grande escala. No entanto, há sempre alguns exemplares que, apesar de bem bonitos e com o mesmo conteúdo, não passam o controlo de qualidade por alguma razão. Geralmente por algum problema com a impressão ou pequenos danos que os tornam inviáveis para ser vendidos.

Recuso-me a deitá-los fora porque, salvo pequenos defeitos estéticos, são lindos à mesma e o conteúdo tem a mesma qualidade e legibilidade.

Portanto, vou oferecê-los! 

Se quiserem receber um, só têm de deixar um comentário aqui neste post, que este é um giveaway à maneira antiga, e subscrever a newsletter do Saber Fazer.
A subscrição na newsletter é obrigatória, se ainda não a subscreveram.

No dia 1 de Março faço um sorteio e anuncio quem ganhou.

Nota: comentários no facebook e instagram não são válidos!

 

The line that ties the world together

"It is a mesmerizing art, the spindle revolving below the strong thread that the fingers twist out of the mass of fiber held on an arm or a distaff. The gesture turns the cloudy mass of fiber into lines with which the world can be tied together. Likewise the spinning wheel turns, cyclical time revolving to draw out the linear time of a thread. The verb to spin first meant just this act of making, then evolved to mean anything turning rapidly, and then it came to mean telling a tale. Strands a few inches long twine together into a thread or yarn that can go forever, like words becoming stories. The fairy-tale heroines spin cobwebs, straw, nettles into whatever is necessary to survive. Scheherazade forestalls her death by telling a story that is like a thread that cannot be cut; she keeps spinning and spinning, incorporating new fragments, characters, incidents, into her unbroken, unbreakable narrative thread. Penelope at the other end of the treasury of stories prevents her wedding to any one of her suitors by unweaving at night what she weaves by day on her father-in-law’s funeral garment. By spinning, weaving, and unraveling, these women master time itself, and though master is a masculine word, this mastery is feminine. Women were spinsters before the word became pejorative, when distaff meant the female side of the family. In Greek mythology, each human life is a thread that the three Moirae, or Fates, spin, measure, and cut. With Rumpelstilskin’s help, the unnamed fairy-tale heroine spins straw into gold, but the wonder is that every spinner takes the amorphous mass before her and makes a thread appear, from which comes the stuff that contains the world, from a fishing net to a nightgown. She makes form out of formlessness, continuity out of fragments, narrative and meaning out of scattered incidents, for the storyteller is also a spinner or weaver and a story is a thread that meanders through our lives to connect us each to each and to the purpose and meaning that appear like roads we must travel."

― do "The Faraway Nearby" , da Rebecca Solnit

magia

Os anos passam e passam, mas transformar fibra em fio continua a parecer-me um passe de magia. Definitivamente o ofício do meu coração.

(O gif é um pequeno clip deste vídeo)


magic

Years and years go by and turning loose fiber into yarn still looks like magic to me.
Definitely the craft of my heart.

(The gif is from a clip from this video.)

O recém-chegado

Por aqui fez-se uma pausa das andanças das lãs e afins para dar as boas-vindas ao nosso novo membro da família.
Bem-vindo, Nico! O Capitão gostou de ti, por isso podes ficar.


The new arrival

We're having a little break from wool and similar things to receive our newborn family member. 
Welcome home, Nico! Capitão likes you, so you're allowed to stay.