Posts in processamento de fibras
O Curso do Linho de longa duração - dia final

Semeámos, vimos crescer, colhemos, ripamos, maceramos, secamos e moemos o nosso próprio linho, no espaço de dois meses e meio. Esta foi a parte fácil de produzir linho, a mais trabalhosa vinha a seguir e é a que nos leva a espadelar, assedar e fiar.

Read More
Fiar a lã ludra com a D.Benta

Numa ida a Salto, com o propósito de visitar o Pisão de Tabuadela, onde foram apisoadas as últimas mantas de burel feitas pelas Mulheres de Bucos, tive a oportunidade de conhecer a D.Benta. À porta do seu café, falou-me da forma como fia a lã ludra, mostrou-me um truque que usa para manter a maçaroca bem firme no fuso e ensinou-me a torcer dois fios usando um fuso normal. 
/
On one of my trips to Salto, with the purpose of visiting the Pisão de Tabuadela (The Tabuadela Wool Stomping Facilities), where the last burel blankets made by the Women of Bucos were felted, I had the chance of meeting D. Benta. Standing at the door of her café, she told me about how she spins her wool without washing it first and showed me a trick she uses to keep the yarn firmly set on the spindle and taught me how to ply two strands using a regular spinning spindle.

Read More